Anitta e suas dançarinas plus size.

0

Que Anitta é uma diva e quebra todos os padrões, não é novidade para ninguém. Quer você goste ou não, aprove ou não, verdade seja dita, se existe uma pessoa a quem se aplica totalmente o cliché “falem bem, falem mal mas falem de mim” é ela.

Lançado o novo clipe “Paradinha”, que até o presente momento que escrevo esse post está com 41.924.973 visualizações (provavelmente até a publicação deste, o número mude) não se falou em outra coisa. seja pelos looks (alguns mega tendência como esse aqui), pelo espanhol da gata, o rebolado, o corpitcho fitness construído em apenas 40 dias (e lá se foram 10 kg segundo informações) ou por inúmeros outros motivos. Mas nada, nadinha, teve uma razão mais porreta de chamar a atenção do que suas divas dançarinas. A coreografia do clipe já é um escândalo de tão maravilhosa, agora, as dançarinas plus size, essas mataram a pau (perdoem-me a expressão).

Snapchat da Anitta nos bastidores do Criança Esperança 2016

Acontece que lá em 2016 Anitta já vinha apresentando suas bailarinas totalmente fora dos padrões comerciais que estamos acostumados a ver mas ninguem deu tanta abertura para isso, não bombou na mídia. Fato é que agora todos vimos, e prestamos atenção. Também, até o Gabbana dançou a Paradinha, impossível não reparar. Mas acontece que, ela que vive as voltas com a balança (e que já assumiu publicamente sua paixão por comer) deixou claro que para arrasar não existe corpo, padrão ou peso ideal. Existe capacidade, profissionalismo, ginga e duas palavras que são mágicas: “eu posso”

plus size
Reprodução de foto postada por Thais Carla em rede social.

E elas podem. E arrasam! Então eu me pergunto, quantas vezes nós somos capazes de dizer a nós mesmas: Eu posso! Em que momento das nossas vidas deixamos que outras pessoas nos fizessem acreditar que não poderíamos? Fosse pelo número do jeans, a capacidade intelectual, o grau de estudo, possibilidade financeira ou até mesmo pelo nosso sexo? E não me refiro apenas as mulheres, homem também escuta que “isso é coisa de mulherzinha”.

Muitas pessoas tem comentado as fotos das poderosas dançarinas da Anitta com frases como “queria ter a coragem de vocês” ou ainda “parabéns por se aceitar”, e eu fico aqui pensando, poxa, será mesmo que devemos dar os parabéns por algo tão básico como aceitar o próprio corpo? E a resposta é, sim! Devemos, pois é algo que aparentemente deveríamos ser naturalmente capazes, mas não somos. É sim um desafio, uma luta diária, uma construção amar a nós mesmas como somos, ou buscar melhorar aquilo que não nos satisfaz.

Fato é que EU POSSO! E você também pode. O que determina o poder realmente do não poder é simplesmente a sua atitude. O grau de importância. O quanto você está determinada(o) a se dedicar ou abrir mão, sacrificar ou correr atrás e isso vale para um diploma, uma viagem, o emprego dos sonhos ou o amor!

paradinha anitta
Anitta e suas dançarinas poderosas

você pode gostar também Mais do autor clique aqui

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.