Barba e seu poder

Como fazer sua barba crescer mais e preencher falhas

0

De artistas a ditadores, homens de barba estão cada vez mais populares. Mas isso não é uma exclusividade de hoje. Antigas civilizações, como na Época do Império Romano já evidenciavam suas barbas como sinal de imponência e poder. Há relatos que muito da popularidade da barba se deu na Inglaterra vitoriana do século 19, quando a população deixou a barba crescer para imitar os soldados que lutaram e venceram a guerra de Crimeia (1853-1856). De lá pra cá a popularidade do uso da barba enfrentou altos e baixos, principalmente, em virtude da invenção da lâmina de barbear descartável, criada pela Gillete em 1902- fato esse tão marcante na história da barba, que a marca é, até hoje, usada para nomear as tais lâminas- e que trazia a mensagem comercial de que “as mulheres preferiam homens de rosto livre de pelos”. Desta forma, o “visual limpo” foi rapidamente associado à higiene.

bruno gagliasso
Bruno Gagliasso com e sem barba. Alguma dúvida sobre como ele fica ainda mais bonito?

Hoje a história é outra, pois com o avanço científico no desenvolvimento de novas práticas e produtos para o cuidado específico da barba, colocou de volta, nas mãos de cada indivíduo, a responsabilidade e o direito de ser responsável pelo seu próprio visual. Assim, aos que optarem por ostentar um discreto cavanhaque ou uma longa barba, fica a boa notícia de que é possível manter os pelos crescidos sem ter, necessariamente, que sacrificar a higiene e suas consequências para a saúde.

Uma barba cheia, sem falhas e bem cuidada é o desejo da maioria dos homens atualmente. Por isso a Fitopharma desenvolveu um gel a base de Minoxidil, produto já conhecido pelo seu poder na alopecia capilar e que tem se mostrado eficaz também na região da barba (para comprar clique aqui), para combater as falhas e estimular o crescimento dos fios de maneira saudável e uniforme.

Hoje notamos, e comemoramos, o crescente interesse dos homens no cuidado com a sua aparência e saúde. Eles se vestem cada vez melhor, frequentam centros de beleza, consultórios de cirurgia plástica, dermatologia e estão mais atentos às novidades ligadas à melhora estética, o que também inclui atividades físicas e alimentação.

 A verdade é que a maioria deles está vencendo a barreira do preconceito e descobrindo que se cuidar deve fazer parte do cotidiano como forma de bem-estar!

                                                                                                     Beatriz Vargas Griffante

Farmacêutica – Bioquímica

 

você pode gostar também Mais do autor clique aqui

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.