Como praticar Pompoarismo – por Caroline Helena

0

MELHOR DO QUE ISSO! FISIOTERAPIA PÉLVICA: DESMISTIFICANDO EM 3,2,1…

Agora que vocês divas já sabem onde está o seu assoalho pélvico, (quem não sabe tem que ler o primeiro Post da série, aqui!) a pergunta que não quer calar é: Como posso trabalhar este grupo de músculos ao meu favor?

Muito tem se falado da importância da reeducação do assoalho pélvico na prevenção e tratamento de disfunções como a incontinência urinária e fecal. Por outro lado, cabe ressaltar os benefícios destes exercícios na qualidade da vida sexual das mulheres, isso mesmo! Você pode e você merece isso!

Uma pista? POMPOARISMO! Técnica que se utiliza do comando sobre os músculos do assoalho pélvico – o músculo pubococcígeo, os músculos circunvaginais e os grandes lábios da vulva da mulher para aprimorar a performance sexual. Em outras palavras, pompoar é a habilidade de controlar a contração e o relaxamento da musculatura circunvaginal, com foco nos três anéis vaginais separadamente.

O nome tem origem no idioma Tâmil, falado no Sri Lanka e Sul da India, onde, desde a antiguidade, o pompoarismo é transmitido de mãe para filha com o objetivo de melhorar o desempenho sexual da mulher e seu parceiro. Aqui no ocidente esta prática ainda é pouco comentada acompanhada de muitos tabus.

            Opa! Estamos falando de arremessar bolinhas de ping pong pela vagina como as tailandesas fazem? Olha, eu responderia que talvez sim, depois de um longo período de treino. Mas o mais importante é garantir o auto conhecimento, o controle e coordenação destes músculos a fim de proporcionar uma relação sexual saudável, sem dor e prazerosa para os parceiros –  estas são as palavras de uma fisioterapeuta pélvica que trabalha muito para empoderar as mulheres.

            Neste sentido, exercitar os músculos do assoalho pélvico ou períneo é trabalhar fibras musculares lentas e rápidas, resistência, força, potência e acima de tudo coordenação motora. Exercitar é treinar, portanto envolve repetição, freqüência e carga de treino.

Terapeuticamente falando, praticar o pompoarismo de forma consciente e adequada é realizar cinesioterapia pélvica, baseada nos famosos exercícios propostos Arnold Kegel, médico, que nada década de 50 comprovou cientificamente os benefícios desta prática para a saúde.

O pompoarismo com certeza acrescenta muito para a fisioterapia pélvica e na saúde da mulher. Borá lá conhecer estes tais de anéis e alguns exercícios?

 Anéis

 

Exercícios:

Ao controlar este grupo muscular, podemos mexer esses anéis e assim fazer os seguintes movimentos em um pênis, dedos ou objetos:
– Chupitar: sugar com a vagina;
– Estrangular: apertar a glande, no caso do pênis, com um dos anéis vaginais;
– Expelir: colocar para fora da vagina o objeto ou o pênis;
– Ordenhar: massagear utilizando os anéis vaginais de forma ordenada;
– Travar: impedir a saída do pênis, dedo ou objetos com a vagina e
– Torcer: apertar com os anéis vaginais.

Eu disse objetos? Ahahahahha, sim! Não precisa ser uma bolinha de ping pong, podem ser as bolinhas de Ben Wa, tailandesas, cones vaginais ou vibrador!

Curiosa? Dúvidas?

Até a próxima!

Caroline Helena

Fisioterapia Pélvica e Terapia Somato Emocional

você pode gostar também Mais do autor clique aqui

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.