Ticket Médio – o que significa para a sua empresa

O termômetro de vendas da sua loja

0

Se você tem uma empresa que comercializa algum produto (independente do ramo) você certamente já ouviu falar em Ticket Médio certo? Errado? Poxa vida, então esse post é para você. Mas para explicar melhor vamos (olha a redundância) começar do início.

Estava jantando quando ouvi o cara da mesa ao lado encaminhar-se ao caixa, este por sua vez foi muito receptivo e “deu” um show de atendimento. Num primeiro momento pensaria que o caixa de um restaurante não teria outra missão se não receber, conferir o troco, emitir o cupom fiscal, agradecer a preferência e desejar boa noite. Tudo normal. Engano meu. O caixa fez sim todos esses passos, no entanto, antes da etapa do cupom fiscal ele ofereceu ao cliente mais uma sobremesa, um chocolatinho quem sabe? O senhor está no hotel? Gostaria de levar uma água?

Fiquei pasma. O caixa do restaurante estava preocupado em adicionar itens a sua “venda”. Não sei se deliberadamente ou não, mas ele estava visivelmente preocupado com o seu Ticket Médio! Eu contrataria esse caixa na mesma hora!

Ticket médio é um dado importante sobre sua loja que pode ser calcula de maneira bem simples: o volume de vendas da sua loja (valores R$) dividido pelo número de notas emitidas. Parece insignificante? Acontece que a partir deste dado é possível fazer um planejamento para aumento real de vendas e assim potencializar os lucros. Ele também pode indicar como anda sua equipe, rendimento dos seus vendedores ou de determinada filial. Esse índice pode ser o seu parceiro número um na hora de traçar novas metas.

Uma boa pesquisa durante o atendimento pode levar seu cliente a comprar mais itens. É a diferença entre saber o que ele procura e o que ele precisa é a informação que você levanta. Aumentar o número de ítens ou o valor do produto adquirido irá consequentemente elevar o seu ticket, e assim o faturamento da empresa.

compras

Muitos vendedores, por inexperiência ou falta de habilidade apressam-se a fechar a venda imediatamente quando o cliente concorda com o item apresentado e perdem assim a oportunidade de adicionar produtos, apresentar características e benefícios de outras opções com mais valor agregado ou mesmo complementar a venda já realizada.

Treinamento, boa vontade e concentração na hora do atendimento são fundamentais. É o famoso CHA – Conhecimento, habiliade e atitude. Não basta apenas saber, é preciso treinar e ter iniciativa. E pronto, agora pode passar no caixa!

você pode gostar também Mais do autor clique aqui

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.